Escolha seu idioma

Departamento de Desenvolvimento do Incubatório

Fumigation (1): how formaldehyde can affect hatchability

Fumigation with formaldehyde is a widespread and highly effective tool in the battle against contamination by viruses, bacteria and mould in hatcheries. However, it is not entirely without risk for the developing embryo, and a number of conditions (timing, ventilation, humidity, and temperature) need to be met in order to avoid that the gas adversely affects your hatchability. In a series of articles, we will explain why formaldehyde may reduce hatchability, look at methods of improving all aspects of the practice of fumigation and investigate alternative solutions.

Ventilation in the setter

Which is the dominant element for ventilation control: CO2 or humidity?

Armazenamento de ovos: boas práticas

Após chegarem ao incubatório, os ovos são armazenados durante alguns dias antes do início da incubação. Este período de tempo pode variar consideravelmente entre 0 a 20 dias ou mais. Para minimizar a mortalidade embrionária e maximizar a taxa de eclosão/qualidade dos pintinhos é essencial que condições ótimas sejam alcançadas na sala de armazenamento de ovos. A finalidade do armazenamento de ovos é a de suspender o desenvolvimento do germe embrionário até que a incubação seja iniciada. O armazenamento incorreto resultará num aumento na mortalidade embrionária precoce, o que muitas vezes é mal interpretado como ovos inférteis. Neste artigo, vamos focar os dois parâmetros mais importantes para o armazenamento de ovos: temperatura e umidade.

Otimize o seu incubatório por meio de ensaios comparativos

A única verdadeira maneira de alcançar resultados ideais de incubatório e assegurar que eles estejam integrados na cadeia de processo é por meio de ensaios comparativos. Por isso, é fundamental que eles sejam realizados com precisão e eficiência. Neste artigo, listamos alguns elementos-chave para os ensaios comparativos de sucesso.

Carregamento balanceado da incubadora

Algumas vezes é inevitável carregar ovos de diferentes grupos de matrizes em uma incubadora. Para evitar que isso cause temperaturas desiguais dentro da incubadora, e consequentemente, diminua a taxa de eclosão e a uniformidade dos pintinhos, a chave é um carregamento balanceado.

Entendendo o nascimento

Durante muitos anos, o nascedouro foi considerado apenas uma máquina de "acabamento". Porém, pesquisas realizadas pela Petersime demonstraram que o nascedouro pode melhorar e otimizar o resultado da incubadora, resultando em ganhos de uniformidade, qualidade, eclosão e desempenho pós-nascimento. Isto requer um bom gerenciamento do programa.

Incubação por medições manuais da temperatura da casca do ovo

A temperatura é o parâmetro mais importante da incubação e deixar que a temperatura da casca do ovo determine a temperatura do ar durante a incubação é sem dúvida um excelente método de operação. Nos incubatórios que operam com máquinas da linha S, o OvoScan™ da Petersime realiza automaticamente e com precisão as medições, adaptações e cálculos que são necessários para a  temperatura da casca do ovo, sem abrir as portas da incubadora. Se o OvoScan™ não for uma opção em seu incubatório, você pode, como alternativa, medir manualmente as temperaturas da casca do ovo. Saiba como fazer isso com resultados ótimos e danos mínimos aos embriões. 

Os benefícios da perda de peso não linear

Um dos principais benefícios da incubação em estágio único é a possibilidade de aplicar o sistema de perda de peso não linear (SPPNL), no qual a ventilação na incubadora é reduzida durante os primeiros 9 dias e aumentada durante os 9 dias seguintes. Este artigo mostra como o SPPNL funciona e porque ele é tão benéfico. 

Configurando o programa de temperatura de sua incubadora

O programa padrão de temperatura OvoScan™ da Petersime, oferece um ponto de partida “seguro” para a incubação em geral. Ele obtém bons resultados de eclosão com um alto padrão de qualidade dos pintinhos. Entretanto, ele não é o perfil ótimo para todos os tipos de lotes, de idades das matrizes, do tempo de armazenamento e muitos outros fatores que podem afetar o desenvolvimento embrionário, crescimento e qualidade geral dos pintinhos. A configuração do perfil ótimo de temperatura para seu incubatório somente pode ser feita com análises específicas de dados do local combinadas com a perícia do Gerente de Incubação/Especialista em Incubação da empresa. Entretanto, existem alguns princípios básicos que devem ser sempre considerados.

Escolhendo a temperatura ambiente correta no nascedouro após a transferência

Em artigos anteriores, como "Compreender a Eclosão do Ovo" e "Manusear com cuidado: transferência de ovos", discutimos o processo de incubação e os efeitos do choque físico durante a transferência entre a incubadora e o nascedouro. Contudo, há um outro fator que desempenha um papel importante em termos de eclodibilidade e qualidade dos pintinhos: a transição térmica entre a incubadora e o nascedouro.

Perfis CO2NTROL™ da linha S atualizados

Durante muitos anos até agora, os sistemas de Embryo-Response Incubation™ da Petersime vêm fornecendo ganhos significativos em eclosão, qualidade dos pintinhos e desempenho pós-nascimento. Um dos fatores fundamentais é o sistema CO2NTROL™, que vem instalado de fábrica em todos os modelos de incubadoras e nascedouros da linha S. Testes de campo e pesquisas recentes levaram ao refinamento dos perfis de incubação da Petersime em relação ao CO2. Estão baseados em dois objetivos: reduzir a mortalidade no início da incubação e melhorar o rendimento dos pintinhos. O rendimento dos pintinhos é representado pelo percentual do peso do pintinho no nascimento em relação ao peso do ovo no momento do início da incubação. 

Incubação com uma maior densidade de ovos

A indústria avícola vivenciou muitas mudanças durante um período relativamente curto, mas nenhuma delas é tão importante como a do aumento da capacidade média dos incubatórios. Há apenas alguns anos, um incubatório com uma capacidade de incubação de um milhão de ovos por semana era considerado de grande porte, enquanto que hoje encontramos incubatórios com capacidades de 2, 4 ou mesmo 6 milhões de ovos por semana. Com esse crescimento surgem novas exigências, tais como redução dos custos de investimento, custos de manutenção e da aquisição de terras. A solução é aumentar a densidade de ovos nas incubadoras.

Tratamento térmico durante o armazenamento

No processo de incubação de ovos em escala industrial, o armazenamento é um elemento-chave que não pode ser ignorado ou evitado. Longos períodos de armazenamento (7 dias ou mais), no entanto, inevitavelmente, levam a uma redução significativa na eclosão. Para entender por que o tratamento térmico pode restaurar parcialmente as perdas na eclosão causadas pelo armazenamento dos ovos, bem como as limitações deste método, a biologia dos processos embrionários precoces precisa ser examinada em detalhe.

Aplicação comercial de tratamento térmico durante o armazenamento

No mês passado, explicamos porque curtos períodos de tratamento térmico, no caso de períodos de armazenamento prolongados são benéficos para o desenvolvimento embrionário precoce, focando na base biológica. Neste artigo, vamos colocar esse conhecimento em prática: como pode esse tratamento ser introduzido com êxito em um incubatório moderno?

Descarte responsável dos resíduos do incubatório

A indústria do frango continua a crescer globalmente; e também o volume dos resíduos de incubação: restos de casca de ovos e de penugem, ovos inférteis, embriões mortos, pintinhos abatidos, fluidos dos ovos, assim como águas residuais provenientes da limpeza e desinfecção dos equipamentos e das áreas de processamento. Nos últimos anos, o aumento dos custos de descarte, as regulamentações ambientais e a conscientização criaram uma necessidade para os incubatórios encontrarem alternativas sustentáveis para a gestão de resíduos. Existem várias opções para os gerentes de incubatório converterem os seus resíduos em produtos de valor agregado, tais como adubo, fertilizantes, agentes de calcário para correção do solo, o biogás, produtos médicos e alimentos para animais. Este artigo explora algumas dessas opções.

Incubação de ovos de pato sem remoção da cutícula

A remoção da cutícula sempre foi uma prática comum ao incubar ovos de pato. Contudo, esta remoção envolve um risco mais elevado de contaminação, podendo resultar em um enorme impacto negativo nos resultados de incubação. O Dynamic Weight Loss System™ da Petersime oferece uma alternativa para a incubação de ovos de pato, sem necessidade de remoção da cutícula, reduzindo assim o risco de contaminação.

BioStreamer™ Re-Store:  Resultados de campo impressionantes do desempenho de eclosão e pós-eclosão

A BioStreamer™ Re-Store aquece ovos por períodos curtos durante o armazenamento, para minimizar as perdas na eclosão e na qualidade dos pintinhos, causadas por tempos longos de armazenamento. Recentemente, vários testes com a BioStreamer™ Re-Store foram realizados em um incubatório comercial de frangos. O desempenho de eclosão e pós-eclosão foi investigado e os resultados são muito positivos, confirmando o potencial desta tecnologia de tratamento térmico.

A BioStreamer™ Re-Store reduz a mortalidade embrionária precoce, intermediária e tardia

A BioStreamer™ Re-Store melhora a eclodibilidade e a qualidade dos pintos de ovos armazenados. Os resultados de campo anteriores provaram que o tratamento Re-Store aumenta o desempenho da eclosão e da pós-nascimento (consulte o e-news de dezembro de 2014). Os novos dados de um incubatório de frangos confirmam que o Re-Store melhora a eclodibilidade, reduzindo a mortalidade precoce, intermediária e tardia. 

Pré-aquecimento de ovos em incubatórios de estágio único

O pré-aquecimento de ovos é uma etapa importante no ciclo de incubação. Em campo, ocorreram diversos exemplos de casos onde morte embrionária precoce, tempo excessivo de incubação, janela de eclosão excessivamente larga e má formação embrionária foram causados por pré-aquecimento inadequado. Com o mercado atualmete buscando ganhos significativos através da otimização da incubação de estágio único, existe uma necessidade de revisar a prática do pré-aquecimento.

Princípios da incubação de estágio único

Parte 1: O debate entre estágio múltiplo e estágio único finalmente acabou? A incubação de estágio único é o método padrão na indústria de incubação moderna. No entanto, muitos incubatórios ainda utilizam o método de estágio múltiplo. O gerenciamento de um incubatório de estágio único requer algumas competências e tecnologias diferentes das do gerenciamento de um incubatório de estágio múltiplo. Por isso, o Departamento de Desenvolvimento de Incubatórios da Petersime irá escrever alguns artigos práticos sobre os princípios da incubação de estágio único. Este artigo é o primeiro desta série e descreve alguns aspectos gerais sobre a incubação de estágio múltiplo e a incubação de estágio único.

Abordagem especial sobre a incubação de poedeiras

A Petersime pesquisa e desenvolve constantemente novos programas de incubação. Para cada tipo de máquina, estão disponíveis diferentes programas para frangos de corte, poedeiras, perus, patos e gansos. Estes programas de incubação padrão têm um excelente desempenho. No entanto, são necessárias pequenas modificações para otimizar a eclodibilidade, a qualidade e a uniformidade dos pintos para diferentes conjuntos de ovos. Este artigo explica a forma como a qualidade dos pintos de poedeiras pode ser melhorada, ajustando o perfil de temperatura da casca do ovo.

Princípios da incubação de estágio único (2)

Parte 2: Otimização do desempenho da incubação por meio da temperatura Com a incubação de estágio único é possível otimizar verdadeiramente o desempenho do equipamento de incubação, tanto em termos de desempenho de eclosão como de pós-nascimento. Por ser o mais importante parâmetro em incubação, a temperatura tem um grande impacto sobre os resultados. Este artigo trata de diferentes aspectos do controle de temperatura durante a incubação de estágio único.  

Princípios da incubação de estágio único (3)

Parte 3: Otimize o desempenho de sua incubação através da perda de peso A incubação de estágio único permite um controle preciso da perda de peso, o que leva a melhorias na qualidade dos pintinhos. Examinando o processo de incubação natural de uma ave mãe, os especialistas em incubação da Petersime determinaram as condições ideais para o desenvolvimento de embriões em diferentes estágios. Com a tecnologia Embryo-Response Incubation™, essas condições podem ser controladas com precisão, resultando em uma melhor performance do incubatório.  

Princípios de incubação de estágio único (4)

Parte 4: otimize o desempenho da sua incubação por meio do controle de CO₂ Durante a incubação, os embriões estão consumindo oxigênio (O2) e produzindo dióxido de carbono (CO2). Com a incubação de estágio único, é possível aplicar um perfil de ventilação com CO2 controlado, ao invés de uma ventilação com taxa constante. Isto leva a uma qualidade otimizada dos pintos e a um melhor desempenho pós-eclosão.   

Processo natural de incubação

Observar a natureza e as atividades da ave mãe antes, durante e após a conclusão do processo de incubação sempre foi uma força motriz por trás da filosofia da Petersime. A tecnologia Embryo-Response Incubation™ é baseada neste princípio. O Synchro-Hatch™ dá ao embrião os mesmos sinais e estímulos que ele receberia da ave mãe na natureza e, assim, oferece condições ideais para o nascimento.

Princípios de incubação de estágio único (5)

Parte 5: O Futuro A série "Princípios de incubação de estágio único" chega a seu fim. Os parâmetros de incubação mais importantes foram discutidos na tentativa de alcançar o desempenho ideal de um incubatório de estágio único. Nesta fase, iremos examinar o potencial futuro da incubação de estágio único.

Avaliação da qualidade de pintinhos e otimização da incubação (1)

Parte 1: Bases A qualidade dos pintinhos tem se tornado cada vez mais importante. Um incubatório deve produzir pintinhos de qualidade, a fim de atender as expectativas do cliente. A série de artigos que se inicia irá analisar questões específicas de qualidade dos pintinhos e as respectivas adaptações ao programa ou processo de incubação, a fim de obter melhorias. As questões descritas e potenciais soluções são baseadas em muitos anos de experiência do Departamento de Desenvolvimento de Incubação da Petersime.

Avaliação da qualidade de pintinhos e otimização da incubação (2)

Parte 2: análise de umbigos Analisar a qualidade dos pintinhos é um fator fundamental para realizar o ajuste fino das condições de incubação, buscando maximizar o potencial genético dos ovos férteis. Esse artigo foca nos problemas típicos observados nos umbigos de pintinhos de um dia, e como investigar a causa do problema para otimizar a qualidade. 

Avaliação da qualidade de pintinhos e otimização da incubação (3)

Parte 3: Aparência dos pintinhos - penugem A qualidade dos pintinhos tem se tornado cada vez mais importante. Um incubatório deve produzir pintinhos de qualidade, a fim de atender as expectativas de seus clientes.   

Avaliação da qualidade de pintinhos e otimização da incubação (4)

Parte 4: Atividade e comportamento dos pintinhos Um gerente de incubatório bem experiente saberá instintivamente quando está olhando pintinhos ativos e saudáveis com bons níveis de reações e respostas a estímulos. Realizar observações é algo que pode ser aprendido com a prática ao longo do tempo. Nós descrevemos as principais diretrizes para realizar avaliações observacionais, considerando o comportamento e a atividade dos pintinhos.

Avaliação da qualidade dos pintinhos e otimização de incubação (5)

Parte 5: Análise do bico e das pernas Saiba como melhorar a qualidade dos pintinhos analisando o bico e as pernas.

O que acontece durante a eclosão? Entendendo o Synchro-Hatch™

Graças a tecnologias disponíveis atualmente, o processo de eclosão é guiado pela evolução biológica do embrião, com uma janela de eclosão pequena e melhores resultados. Este artigo explica o que acontece durante o processo de eclosão, e como o Synchro-Hatch™ orienta os pintinhos. 

Ovos de peru tratados na Re-Store superam desempenho de ovos não tratados em 7%

À medida em que o tempo de armazenamento dos ovos aumenta, aumentam as perdas de desempenho. A utilização do tratamento térmico durante o armazenamento de até 14 dias como parte da prática padrão de incubatório possibilita um ganho de até 7% no desempenho dos ovos de peru. Programas padrão foram desenvolvidos para fazer avançar o desenvolvimento dos embriões até um estágio mais robusto.

Biossegurança: dicas práticas para minimizar o risco de contaminação por humanos

Todas as operações avícolas estão sob constante ameaça de inimigos sempre presentes: doenças e infecções. O treinamento da equipe é fundamental, em todas as operações, para reduzir riscos potenciais o máximo possível. Este artigo mostra como as doenças são transmitidas e como reduzir o risco de transmissão por humanos.

Otimizando a cadeia de valor (1) - A crescente necessidade de oferecer qualidade

A otimização da cadeia de valor se torna ainda mais importante no momento atual, com a crescente demanda por rastreabilidade e treinamento adequado. Há formas diferentes, das quais trataremos nesta série, de maximizar o potencial genético existente em cada ovo, buscando obter pintinhos de um dia mais rentáveis para todos os envolvidos na cadeia de produção avícola.

Otimizando a cadeia de valor - Orientações da natureza para maximizar o potencial genético do ovo

Em nossa última edição, mostramos  como a preocupação em trazer qualidade para a cadeia de valor continua crescendo na indústria avícola. Desta vez, vamos nos aprofundar na forma como os resultados de incubação podem ser maximizados com a ajuda do inventor mais criativo do planeta: a natureza.

Otimizando a cadeia de valor: Suas condições de temperatura continuam boas?

No artigo anterior, discutimos sobre como a natureza estabelece diretrizes para otimizar os resultados da incubação. Hoje, falaremos sobre como a temperatura influencia a taxa de crescimento e a saúde dos embriões durante a incubação. Verificaremos se suas práticas de incubação continuam otimizadas.

Otimizando a cadeia de valor: Por que e quando os níveis de CO2 devem ser aumentados ou reduzidos

No artigo anterior, verificamos se o controle de temperatura no incubatório ainda estava em condições ideais. Agora, explicamos por que os níveis de CO2 devem variar de acordo com os estágios de desenvolvimento em que os embriões se encontram. 

Otimize sua cadeia de valor (5) - Como reconhecer boa e má regulagem da umidade na incubadora

No mês passado, explicamos por que e quando os níveis de CO2 devem ser aumentados ou reduzidos. Hoje, descreveremos como é possível reconhecer sinais de boa e má regulagem de umidade na incubadora. Também verificaremos se o seu gerenciamento de umidade continua em ótimas condições.

O que acontece durante a transferência?

A transferência dos ovos das incubadoras para os nascedouros é uma etapa importante do processo de incubação. Contudo, durante o processo, existem diversos riscos que ameaçam causar reduções em eclodibilidade, como mortalidade e posicionamento incorreto.

Melhoria do desempenho de eclosão e pós-eclosão com a abordagem de perda de peso não-linear

Deseja obter a máxima eclodibilidade e qualidade de pintinhos, com mais precisão e menos trabalho? A Petersime levou esta questão a sério e conduziu uma extensa pesquisa sobre como obter o melhor desempenho de eclosão e pós-eclosão.

Utilizando testes e avaliações para otimizar desempenho

Digamos que os resultados atuais do seu incubatório estejam satisfatórios. Mas, e se ainda houver espaço para melhora sem que se saiba disso? Como saber se o seu incubatório pode melhorar?

A alimentação precoce traz benefícios? O essencial é acertar o momento exato.

Com o desenvolvimento da discussão sobre o bem-estar de pintinhos recém-nascidos e o momento ideal para seu acesso a comida e água, é hora de nos aprofundarmos nessa questão.

Como carregar corretamente ovos em suas incubadoras para obter um equilíbrio térmico ideal? (1)

Não é segredo que diferenças de temperatura na incubadora geram uma janela de nascimento mais ampla e afetam negativamente a uniformidade dos pintinhos. Embora isso não seja evidente, é possível usar ovos incubados para tornar o ambiente da incubadora ainda mais homogêneo. Ou, como acontece na maioria dos casos, é possível gerar uma faixa de temperatura ainda mais ampla incubando um misto de ovos em posições incorretas. Isso soa familiar? Nesta série de 3 artigos, serão ensinadas as melhores maneiras possíveis de fazer a combinação entre ovos de diferentes lotes e o microambiente da incubadora.

Como carregar corretamente ovos em suas incubadoras para obter um equilíbrio térmico ideal? (2)

Essa série de 3 artigos mostra a melhor forma de combinar ovos de lotes diferentes na incubadora. Agora que você já conhece os princípios básicos da troca e produção de calor (como visto no primeiro artigo da série), vamos explicar como carregar a incubadora de forma correta.

Como carregar corretamente ovos em suas incubadoras para obter um equilíbrio térmico ideal? (3)

Esta série de 3 artigos mostra a melhor forma de combinar ovos de lotes diferentes na incubadora. Até agora, você aprendeu sobre a produção de calor embrionário, a troca de calor em ovos incubados e como se deve carregá-los na incubadora de acordo com sua “massa viva”. Agora, só falta descobrir como fazer a transferência correta dos ovos combinados para os nascedouros. Deixe-me explicar.

Repense as regras de ouro da incubação

Seus resultados de incubação podem ser afetados por uma falta de precisão nas regras aplicadas. As regras de incubação surgiram a partir da metodologia de carga múltipla e se mantiveram enraizadas em nossos hábitos, mesmo já estando prontas para a atualização na era do estágio único. 

O rendimento do pintinho ainda é uma referência válida?

Muitos incubatórios ainda usam o rendimento do pintinho (peso médio do pintinho dividido pelo peso médio do ovo fresco multiplicado por 100) como referência de boas condições de incubação e qualidade dos pintos e como indicador de alto desempenho pós-eclosão. Na Petersime, as regras de ouro da incubação são continuamente repensadas com as perguntas: "Qual a relevância dessa prática no segmento atualmente? Ainda pode ser considerada uma referência válida e precisa?"

Quatro informações importantes sobre fumigação

A fumigação com formaldeído tem sido uma prática comum em incubatórios para desinfetar ovos desde aproximadamente 1908. Atualmente, quase todos os gerentes de incubatórios a utilizam para evitar perdas por contaminação microbiana dos ovos férteis.

Menos mortes prematuras e melhores resultados de incubação com o novo programa de incubação

A Petersime repensa constantemente as regras da incubação comercial por meio do estudo da natureza. Isso também significa que a empresa aprimora continuamente os programas de incubação de suas máquinas em função dos resultados dessas pesquisas. As principais descobertas recentes mostram que é benéfico ventilar a incubadora no início do processo de eclosão. Como parte do serviço de atendimento ao cliente, os programas são atualizados para otimizar nossos resultados de eclosão. 

Cinco passos simples para verificar a Eficácia da Fumigação

É prática comum fumigar ovos férteis para evitar perdas devido à contaminação microbiana. A fumigação deve ser verificada anualmente para se certificar de que ela ainda é eficaz. Siga estes cinco passos simples para obter os melhores resultados nessa verificação anual.

Entendendo o papel do CO₂ na incubação comercial

Não há dúvidas de que o elemento mais importante para o sucesso da incubação de ovos de aves é a temperatura. No entanto, outro fator fundamental que não deve ser esquecido é o CO₂. Esse elemento é importante para se obter a qualidade ideal dos pintos e o desempenho geral subsequente, além de contribuir para um bem-estar adequado.

Reduza a janela de nascimento com estas três recomendações

Melhorar a janela de nascimento pode significar maior uniformidade de pintinhos de um dia, maior qualidade e melhor desempenho pós-eclosão. Por esse motivo, reunimos alguns conselhos fundamentais, baseados no estudo do comportamento da ave mãe, que podem ajudar a reduzir a janela de nascimento e melhorar o desempenho de seus pintinhos.

Resultados espetaculares após tratamento térmico para ovos de poedeiras comerciais

O departamento de P&D da Petersime e a Empresa de Genética de postura Hy-Line do Brasil uniram suas forças para investigar os benefícios do uso de tratamento térmico para ovos de poedeiras comerciais armazenados por 6 a 8 dias. Em uma série de testes comparativos usando a BioStreamer™ Re-Store para aplicar o processo SPIDES para poedeiras, foram testados 121.500 ovos. Os primeiros resultados são espetaculares.

Contenção de pintinhos: 4 princípios importantes

Após o saque no dia da eclosão, os pintos de um dia são armazenados por um certo período antes de serem levados até a granja. O tempo de armazenamento pode variar consideravelmente, desde apenas algumas horas até um pernoite inteiro. Um sólido entendimento dos princípios envolvidos no armazenamento de pintos é vital para preservar o desempenho e a qualidade, e garantir o bem-estar das aves. Este artigo explica esses princípios e destaca boas condições de contenção de pintinhos.

Por que realizar a análise de quebra de ovos não-eclodidos no seu incubatório

Para alcançar boa eclodibilidade e qualidade dos pintos, os ovos precisam de um controle cuidadoso, desde o momento em que são postos, até o momento em que eclodem. A análise de quebra de ovos não-eclodidos é uma valiosa ferramenta do arsenal de gerenciamento de ovos para incubação, por parte do gerente de incubatório. Ao tornar a quebra de ovos não-eclodidos parte do procedimento de controle de qualidade do incubatório, você poderá melhorar seus resultados de incubação a longo prazo.

Níveis elevados de CO2 durante a eclosão: um mito derrubado

Por muitos anos, níveis elevados de CO2 no final do período de incubação foram considerados nocivos para o desenvolvimento do embrião da ave. Isso, porém, é um mito que está muito distante da realidade. Em circunstâncias naturais, o nível de CO2 medido no microambiente debaixo da galinha atinge pelo menos 0,4% ou 4.000 ppm, muitas vezes superando esse valor. Isso representa 10 vezes o nível normal de CO2 no ar externo. Na realidade, ao se sentar sobre os ovos, a ave mãe corta a corrente de ar em torno deles para criar um ambiente protegido para que os embriões possam se desenvolver nas melhores condições possíveis. Com a intenção de entender melhor esse processo, a Petersime decidiu determinar os níveis ideais de CO2 durante a eclosão e o momento correto para aumentá-los. 

Resíduos de incubatório: como é possível reduzir, reutilizar e reciclar (mais)?

Com cada vez mais pessoas em todo o mundo se esforçando para reduzir o nível de desperdício, os incubatórios também não deveriam estar reduzindo, reutilizando e reciclando os resíduos em maior quantidade, ou mesmo totalmente? A resposta para essa pergunta pode parecer óbvia para quem está fora da indústria. Quem está dentro dela, porém, sabe que o descarte sustentável de resíduos de incubatório não é um desafio fácil de ser superado. Este artigo explica por que isso acontece e analisa possíveis soluções.

A função dos sistemas de HVAC em incubatórios de estágio único

Desde a evolução da indústria do incubatório, da incubação de estágio múltiplo para a de estágio único, os sistemas de aquecimento, ventilação e climatização de ar (HVAC, em inglês) se tornaram parte indispensável das operações do incubatório. Em essência, o sistema de HVAC faz o trabalho pesado quando se trata de controle climático em incubatórios de estágio único e, assim, ajuda as incubadoras a obter um rendimento ideal. A importância do sistema de climatização se estende muito além do condicionamento do ar para nascedouros e incubadoras, pois controlar as condições do ar em todos os espaços, desde a recepção de ovos até a expedição de pintinhos, em um incubatório de estágio único, é essencial para alcançar os resultados ideais para o incubatório.

Requisitos e sensibilidades específicos da incubação de ovos de peru

Ovos de peru têm uma alta taxa de sucesso quando todas as áreas de incubação específicas à espécie são corretamente administradas. Portanto, um conjunto de equipamentos de incubação que permita o ajuste fino dos processos e parâmetros mais do que compensa o investimento.

A importância de analisar a mortalidade embrionária

Para a identificação eficaz da causa da perda de eclosão, é necessário realizar a quebra de ovos não-eclodidos. Com o exame de ovos claros e não-eclodidos e análise dos padrões de mortalidade dos embriões, você pode relacionar os problemas existentes às condições da granja de matrizes, armazenagem dos ovos, manipulação, transporte, transferência ou condições da incubadora ou do nascedouro, para melhorar a eclodibilidade geral e a qualidade dos pintinhos.

Como proteger seu incubatório contra ameaças à biossegurança

A biossegurança, em uma definição simples, é um conjunto de procedimentos realizados para limitar o alastramento de patógenos infecciosos em uma população suscetível. No entanto, é mais do que isso. Biossegurança é uma mentalidade, uma maneira de avaliar e reagir a possíveis riscos. E é a mentalidade correta, combinada com os procedimentos corretos, que protege o incubatório contra ameaças à biossegurança.

Incubação de estágio múltiplo e estágio único colocadas à prova em incubatório comercial de frangos

A incubação de estágio único é um conceito bem-estabelecido nas empresas avícolas mais modernas. Devido à crescente demanda por aves e aos padrões de qualidade e segurança alimentar mais elevados, os mercados de estágio múltiplo mais tradicionais também estão começando a demonstrar um crescente interesse em sistemas de estágio único com tecnologias avançadas, como a Embryo-Response Incubation™. Para eliminar todas as dúvidas e concretizar os ganhos reais obtidos com o uso de incubadoras de estágio único, a Cooperativa LAR do Brasil e a Petersime uniram forças em um amplo estudo comparativo.

Como reduzir o impacto do armazenamento prolongado de ovos no desempenho do incubatório

A atual pandemia de COVID-19 está causando transtornos nos pedidos de pintinhos, fazendo os incubatórios enfrentarem a necessidade de armazenar mais ovos por mais tempo. Sabe-se que o armazenamento de ovos por vários dias causa uma queda na eclodibilidade e na qualidade dos ovos. Neste artigo, a Petersime oferece uma solução para reduzir os efeitos negativos do armazenamento prolongado de ovos: uma incubadora dedicada para aplicar com precisão ciclos de tratamento térmico durante o armazenamento de ovos.

Eficiência energética no incubatório sustentável

A energia é um importante fator de custo no incubatório. A utilização de incubadoras e sistemas de HVAC (aquecimento, ventilação e condicionamento de ar) com eficiência energética pode reduzir bastante os custos operacionais. Mas os benefícios vão além do aspecto financeiro: Uma pegada ecológica menor também gera uma imagem mais sustentável para o incubatório. Neste artigo, são expostas diferentes maneiras de os incubatórios cumprirem o objetivo da conservação de energia e se tornarem negócios mais sustentáveis.