Escolha seu idioma

A alimentação precoce traz benefícios? O essencial é acertar o momento exato.

Com o desenvolvimento da discussão sobre o bem-estar de pintinhos recém-nascidos e o momento ideal para seu acesso a comida e água, é hora de nos aprofundarmos nessa questão.

Por Roger Banwell, Gerente de Desenvolvimento de Incubação, Petersime NV

Ao utilizarmos a natureza como referência dos requisitos ideais para o pintinho de um dia, percebemos que o pintinho após a eclosão não requer acesso imediato a alimentação e água. O bem-estar das aves e a rentabilidade andam de mãos dadas, mas devemos sempre buscar inspiração na natureza.

O ambiente natural como indicador mais forte para os requisitos ideais

Ao observarmos as variedades comerciais utilizadas na indústria avícola moderna, é importante sempre ter em mente os requisitos genéticos e necessidades evoluídas pelas espécies. Esse princípio se aplica quando se leva em consideração as condições de produção máxima e bem-estar ideal. São fatores inseparáveis.

Dentre os mais fortes indicadores dos requisitos ideais do embrião em desenvolvimento e das subsequentes necessidades do pintinho de um dia, estão a atividade e as interações da ave mãe em seu ambiente natural. Essa abordagem sempre foi a força motriz por trás dos valores da Petersime Embryo-Response Incubation™ e permanecerá como tal no futuro.

A tecnologia replicando a natureza

O sistema Re-Store™ replica a reacomodação da ave mãe durante o processo de desenvolvimento de sua ninhada de ovos. A taxa não linear de troca de fluidos e gases imita a atenção da ave mãe durante o processo de incubação. O Synchro-Hatch™ replica a interação entre a ave mãe e o pintinho no processo de eclosão, durante essa difícil e cansativa etapa do processo. Além disso, ao longo de todos os períodos de desenvolvimento e crescimento durante a incubação, o sistema OvoScan™ garante um controle de temperatura em tempo real, da mesma maneira que a atenta ave mãe.

Todos esses elementos oferecem ao incubatório bem administrado as ferramentas para gerar o máximo número de pintinhos com a mais alta qualidade possível. Isso, é claro, partindo do princípio de que exista o suporte de uma cadeia de produção bem administrada, o que talvez seja o mais importante nas circunstâncias atuais.

Momento da alimentação e bem-estar

Quando se observa o ponto evolucionário atual, percebe-se que a natureza deu às galinhas a capacidade de lidar com uma janela de nascimento de 24 a 36 horas. A ave mãe pode manter consigo o primeiro pintinho até que o último ecloda, mantendo sua ninhada reunida e confortável até que todos estejam prontos para a lição final de "bicadas", para finalmente obterem alimento e água - uma habilidade essencial ao se levar em consideração suas necessidades de proteção contra ameaças predatórias.

“A evolução garantiu que o pintinho recém-eclodido não tenha necessidade de acesso imediato a alimento e água. Isso não é necessário e nem natural. Os pintinhos têm o instinto de sobreviver nutrindo-se com o que resta do saco vitelino”, diz o professor Dr. Decuypere, da KUL.

Isso significa que não existem questões de bem-estar em torno desse assunto? Infelizmente não, e a indústria precisa de fato analisar a si mesma e a toda sua operação. A ampla maioria dos estudos realizados, tanto aplicados quanto de pesquisa pura, em relação a esse assunto, mostra claramente que existe um ponto de acesso ideal a alimento e água, que não é imediato.

Segundo o professor Dr. Elibol, da Universidade de Ancara:“É o momento no qual as linhas do tempo de eclosão para todos os pintinhos recém-nascidos coincidem. Um momento que não é nem tarde demais para aqueles que eclodem precocemente e nem cedo demais para os tardios (imagem a seguir). Esse ponto ideal para alimentação demonstra como uma janela de nascimento reduzida é um elemento crucial.”

O momento ideal para a alimentação é aquele no qual as linhas do tempo de eclosão para todos os pintinhos recém-nascidos coincidem: nem tarde demais para os que eclodem precocemente e nem cedo demais para os tardios.

Em alguns casos, esse momento ideal ocorre dentro do tempo no nascedouro. A Petersime oferece soluções para garantir que os pintinhos sejam alimentados com um gel nesse momento ideal, seja no nascedouro, na contenção dos pintinhos, ou durante o transporte.

O gerente de incubatório desempenha uma função crucial para que se tenha uma janela de nascimento boa e reduzida, mas isso não quer dizer que seja o único responsável. A importância da boa qualidade, nutrição e armazenamento dos ovos, entre outros, não pode ser ignorada. Além disso, qualquer bom trabalho pode ser desfeito por fatores como manejo, automação, contenção de pintinhos ou transporte deficientes.

Bem-estar e rentabilidade andam de mãos dadas

Pessoas que se preocupam com o bem-estar das aves na indústria devem receber de braços abertos a atual intervenção, por parte das organizações de defesa do bem-estar animal. Mas essa também deve ser a reação dos proprietários e investidores do setor. Bem-estar e rentabilidade máxima andam de mãos dadas e, graças às pessoas que lutam pelo bem-estar, talvez isso se torne crucial no pensamento de todos.

Obviamente, não devemos nos desvirtuar, mas sempre buscar inspiração na natureza. A partir dela, podemos conhecer as necessidades do embrião em desenvolvimento e, por fim, da ave. Assim, com a tecnologia atual em conjunto com uma boa gestão geral, poderemos alcançar o objetivo de todos.