Escolha seu idioma

O que acontece durante a eclosão? Entendendo o Synchro-Hatch™

Graças a tecnologias disponíveis atualmente, o processo de eclosão é guiado pela evolução biológica do embrião, com uma janela de eclosão pequena e melhores resultados. Este artigo explica o que acontece durante o processo de eclosão, e como o Synchro-Hatch™ orienta os pintinhos. 

Autores: Frank Verschuere & Roger Banwell, Especialistas em Incubação da Petersime

Eclosão baseada nos estágios biológicos do pintinho em incubação

Tradicionalmente, os gerentes de incubatório controlavam o processo de eclosão com base em cronogramas. Os gerentes mais experientes conseguiam bons resultados, embora nem sempre fossem consistentes. Graças a sensores e softwares modernos, o processo de eclosão não se baseia mais no tempo, mas nos sinais biológicos emitidos pelos pintinhos em incubação. Isso leva a resultados melhores e mais consistentes.

Os estágios de eclosão

Synchro-Hatch™ é uma tecnologia que identifica os estágios biológicos e adapta o ambiente às necessidades dos embriões durante a incubação, patenteada pela Petersime. O ponto de partida é um nascedouro carregado de ovos com características semelhantes, que são incubados em máquinas homogêneas de estágio único. O resultado é um lote de embriões uniformes e no mesmo estágio biológico.

Synchro-Hatch™

A tecnologia Synchro-Hatch™ reduz a janela de eclosão e melhora a qualidade do pintinho

Os resultados do trabalho com essas novas tecnologias são significativos. O Synchro-Hatch™ reduz a janela de eclosão para quatro a seis horas. Quanto mais estreita for a janela de eclosão, mais uniformes serão os pintinhos, aumentando tanto produtividade quanto bem-estar.

Synchro-Hatch™ reduz a janela de eclosão...      

e garante pintinhos uniformes

Extensivos testes internos e pesquisas em incubatórios comerciais mostram que pintinhos de um dia
 

  • são significativamente mais uniformes
  • são geralmente calmos, mas ativos e responsivos quando estimulados
  • têm uma aparência mais forte e mais robusta
  • têm maior peso corporal
  • têm melhor taxa de conversão alimentar
  • apresentam taxas de mortalidade em campo mais baixas
  • têm melhor eficiência no abate
  • apresentam uma maior produção final de carne

Synchro-Hatch™ reduz a mortalidade pós-eclosão dos pintinhos em campo

Como Synchro-Hatch™ funciona?

Synchro-Hatch™ oferece aos embriões os mesmos sinais e estímulos que ele receberia na natureza, além de condições otimizadas para o nascimento. Na natureza, a ave mãe não simplesmente senta e observa a eclosão acontecer. Ela intervém e interage durante todo o processo. Durante a fase de eclosão, ela volta ao ninho e senta sobre os ovos durante a maior parte do tempo para guiar os pintinhos até a eclosão. Isto afeta a taxa de difusão de gases, a troca de umidade e a dissipação de calor durante os quatro estágios da eclosão.

É errado dizer que o Synchro-Hatch™ retarda ou força a eclosão. O correto é que o Synchro-Hatch™ oferece ao pintinho em eclosão os mesmos sinais e estímulos, e guia os pintinhos da mesma forma como se estivesse no ninho de uma ave mãe. Assim, oferece as melhores e mais naturais condições de eclosão.

A tecnologia utiliza dois princípios de detecção para verificar a evolução e os estágios da eclosão:

  1. o momento da bicagem interna e
  2. a detecção do pico de umidade.


O que acontece durante a eclosão?


1. Embriões em posição

  • A temperatura e concentração de CO₂ aumentam para sincronizar a bicagem interna

2. Bicagem interna

  • Synchro-Hatch™ detecta o momento da bicagem interna
  • Agora todas as mudanças são controladas pelos embriões
  • Primeiro sinal biológico onde a tecnologia Synchro-Hatch™ modifica automaticamente o programa
  • A temperatura e a concentração de CO₂ são diminuídas

3. Bicagem externa e saída dos pintinhos da casca

  • Synchro-Hatch™ detecta um pico de umidade, que indica a quantidade de pintinhos eclodidos
  • Temperatura e concentração de CO₂ aumentam

4. Recuperação

  • Pintinhos recém eclodidos se recuperam e secam
  • A temperatura e a concentração de CO₂  são diminuídas, e a ventilação aumenta

Synchro-Hatch™ adapta automaticamente os níveis de temperatura e CO₂ para guiar os pintinhos através da eclosão. Os cronogramas podem variar, e são controlados pelos pintinhos em incubação.

Tratamentos naturais durante estágios sensíveis

Ao termos uma melhor compreensão do processo de eclosão e da interação entre a ave mãe e os embriões, somos capazes de fornecer tratamentos naturais para os embriões durante os estágios mais sensíveis, com efeitos duradouros. Deixar os pintinhos decidirem quando estão prontos para avançar à próxima fase da eclosão, com sensores modernos e tecnológicos, já provou ser a maneira mais consistente e correta para conseguir uma janela de eclosão pequena e pintinhos uniformes com qualidade otimizada. Agora, estamos aptos a fornecer condições ideais para guiar pintinhos durante a incubação, controlando não com base no tempo, mas sim nos sinais biológicos reais emitidos pelos pintinhos.

Checklist para uso otimizado do Synchro-Hatch™

  1. Mantenha os lotes de ovos o mais uniformes possível, com variação mínima de linhagem, idade do lote, tempos de armazenamento e fertilidade
  2. Garanta boas e homogêneas condições de armazenamento
  3. Em caso de armazenamento prolongado, restaure a viabilidade dos ovos com a BioStreamer™ Re-Store, o que também aumentará a uniformidade
  4. Verifique se os ovos vêm de uma granja com boa gestão, com tempos de coleta apropriados e boas condições de armazenamento
  5. Use uma única linhagem para um desempenho otimizado
  6. Utilize uma incubadora com condições altamente uniformes, por exemplo, a Petersime BioStreamer™
  7. Siga o padrão de carregamento e transferência correto para agrupar lotes de ovos
  8. Uma máquina totalmente carregada garante um fluxo de ar ideal